PAINÉIS DE DISCUSSÃO/DISCUSSION PANNELS

Banquete de Estado, garvura em madeira, séc XIV/State banquet on wood carving, 14th c.


PAINEIS DE DISCUSSÃO

Pede-se aos participantes deste fórum que primeiro se apresentem e que ao fazê-lo sejam honestos em relação à sua identificação. Digam o vosso nome, localidade, país e profissão (se possível). Podem dar uma opinião sobre os temas já apresentados e acrescentar informação sobre eles. Também devem, sempre que possível, comprovar a vossa informação através de excertos de documentos históricos e da colocação de bibliografia. A autora do blog agradece.

1)O FeijãoEste tipo de leguminosa, que sempre nos foi ensinado como sendo um produto de origens Sul Americanas, já existia na Europa durante o Império Romano e, quem sabe, se não antes. Os romanos apreciavam e davam tal valor ao feijão porque servia para variadas coisas como moeda de troca para resolver casos de dívidas e apostas, para fazer uma pasta para clarear a pele às grandes cidadãs romanas e mesmo para as votações no Senado (um feijão claro para o sim e um escuro para o não).
Também foi cultivado no antigo Egipto e na antiga Grécia e muito consumido entre o povo hebraico. Pensa-se que algumas referências arqueológicas encontradas na Suíça de um povoado da Idade do Bronze sejam feijão.
O nome da espécie já se apagou da memória europeia, mas desconfia-se que seja o chamado feijão riscadinho ou carolino, ainda hoje cultivado em Portugal.
Comente.

2)O ArrozEnquanto que a batata foi acolhida com entusiasmo pelos povos do Norte da Europa, o arroz foi abraçado pelos povos mediterrânicos numa época pós medieval. Contudo, encontram-se registos esporádicos que provam que esta tradição proveio dos tempos dos pré-descobrimentos.
O arroz já era cultivado na antiga Pérsia. Por conseguinte, os romanos já deviam ter feito contacto com este alimento na altura. Os muçulmanos trouxeram-no para o Norte de África e, quem sabe para o sul da Europa. Existem registos de consumo de arroz que vão desde a Península Ibérica até à Polónia (!).
Foi a partir do século XIV que o arroz (um produto de luxo) teve mais divulgação na Europa, principalmente na Itália, e, quem sabe, em Portugal durante o tempo de D. Felipa de Lencastre.
Mas o interessante é que já na Inglaterra no século XII este produto era importado, juntamente com o açúcar, para as despensas dos castelos. E a muito popular receita “Blanc manger”, em alguns países, levava arroz.
Conhece mais registos históricos sobre a presença do arroz ne Europa durante a Idade Média?

3)A Courgette e AbóboraA palavra courgette vem do francês “courge” e quer dizer “abóbora pequena”. Embora não tenham sido encontrado registos medievais de que se tenha consumido este legume e embora a courgette que comemos actualmente provenha de uma planta própria e com origens sul americanas, é possível que se tenha consumido na Idade Média o rebento, talvez de um tipo de cabaça, quando acabado de sair depois da flor.
Mais um facto curioso é que se deixarmos crescer a courgette, ela se transforma numa abóbora. O que nos traz ao seguinte legume, a abóbora. Embora a variedade que mais se consuma hoje tenha origem numa espécie Sul-americana, a verdade é que a cabaça (ou era a abóbora menina?) já era consumida no Império Romano, tal como a abóbora chila,

4)A alimentação medieval noutras partes da Europa.Neste tópico pretende-se que seja o leitor a anexar o seu conhecimento acerca de regiões e religiôes não faladas no blog, tal como a região da escandinávia e/ou outras particularidades regionais durante a Idade Média, tal como a alimentação nas comunidades judaicas e muçulmanas durante o mesmo periodo histórico. Por favor, tome nota, de que os comentários deverão se sempre acompanhados de bibliografia ou outro tipo de provas.

DISCUSSION PANELS
The participants of this forum are asked to, firstly, introduce themselves and in doing so to be honest in regards to their identification. Say your name, the place and country you come from and profession (if possible). You can give an opinion on the subjects already presented and add information on them. You should also always prove your added information, if possible, through historical documents and addition of bibliography. The author of the blog thanks you all.

1)BeansThis type of legume, that was always taught to be originally from South America, existed already in the Roman Empire and, who knows, not before that. The Romans valued it in such a way that it was used in many things like currency to settle debts and bets, to make a paste as a noble roman ladies' skins clearer and even for voting in the roman senate (one white bean would mean yes and one black would mean no).
It was also grown in ancient Egypt and Greece and was also enjoyed amongst the Hebrews. It is thought that some archaeological findings in Switzerland from a settlement from the bronze age are beans.
The name of this variety is lost from European memory but suspected to be the “riscadinho” or “carolino” kind still cultivated in Portugal.
Comment.

2)RiceAs the potato was welcomed effusively in the North of Europe, rice was embraced by the Mediterranean people after the Middle Ages. However there are recordings that this tradition might have com from a time before the maritime discoveries.
Rice was already cultivated in ancient Persia. Therefore the Romans probably had contact with it then. The Muslims brought it to North Africa and, who knows, to the South of Europe. There are recordings of consuming rice that go from the Iberian Peninsula to Poland (!).
It was from the 14th century that rice (a luxury produce) became more popular in Europe, mainly in Italy and, who knows, in Portugal during the time of D. Filipa de Lencastre.
But the interesting part is that already in England during the 12th century this product was imported, along with sugar, for the castle's pantries. And the most famous recipe “Blanc manger” had rice in it, in some countries.
Do you know more historical proof of the presence of rice in Europe during the Middle Ages?

3)Courgette and PumpkinsThe word Courgette comes from the French “courge” and means small pumpkin. Although there haven't been found any medieval records of its use and although the courgette that we eat today comes from a plant of its own and comes originally from South America, it is possible that in the Middle Ages its sprout was eaten, maybe from the calabash.
Another curious fact is if we let the courgette grow it becomes a pumpkin. Even though the most eaten sort of pumpkin today comes from a South American variety, the truth is that the calabash was already eaten in the Roman Empire, just like the vermicelli pumpkin.

4) Medieval nourishment in other parts of Europe.
In this topic readers are asked to add their own knowledge about regions and religions not spoken about in the blog, like in the Scandinavian countries and/or Other regional particularities during the Middle Ages, just as nourishment in the Jewish and Muslim communities during the same time period. Please, note that your comments should always be part of bibliography or other type of proof.